Reumatologista adverte sobre riscos da osteoporose

Postado em: 30/11/2016

Por Raissa Lira

Caracterizada pela diminuição da densidade óssea, provocando desgaste dos ossos, que ficam mais frágeis e vulneráveis a fraturas, a osteoporose é uma doença que atinge cerca de 10 milhões de brasileiros e aproximadamente 200 mil pessoas morrem todos os anos no país em decorrência das lesões, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso).

De acordo com a Reumatologista do Hospital Nipo-Brasileiro, Dra. Marcia Yoshie Kanegae, é preciso estar atento, pois a osteoporose é silenciosa e traiçoeira, uma vez que não apresenta sintomas, podendo ser descoberta somente após a primeira fratura. “As pessoas com mais predisposição são: mulheres; raça branca; pessoas magras e pequenas; tabagistas; que abusam de bebida alcoólica e que fazem uso prolongado de Corticosteroides. ”

Confira a matéria na íntegra!

O que é Osteoporose?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - Osteoporose é uma doença osteometabólica, que se caracteriza pela diminuição da massa óssea, com o desenvolvimento de ossos mais frágeis, tornando-os mais sujeitos a fraturas.

Quais são os principais sintomas?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - A osteoporose é uma doença silenciosa, isto é, raramente apresenta sintomas antes que aconteça sua consequência mais grave que é a fratura óssea. Os locais mais comuns atingidos são: coluna vertebral, bacia (fêmur), punho e úmero.

Como é realizado o diagnóstico?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - Diagnóstico é feito com um exame muito simples que é a Densitometria Óssea.

Como é realizado o tratamento?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - O tratamento é realizado a base de medicação que vai agir no metabolismo do osso, suplementação de cálcio e vitamina D e atividade física, principalmente, a musculação, mas sempre sob a supervisão de um profissional da área de Educação Física para se evitar lesões e sobrecargas.

Quais são as principais dicas de prevenção para não se ter osteoporose?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - A prevenção deve-se iniciar na infância através de alimentação saudável, com boa quantidade de alimentos ricos em cálcio (leite e derivados, folhas escuras e peixes). Além disso deve-se proporcionar para a criança e adolescente a possibilidade de atividades ao ar livre. Isto não só vai estimular o exercício físico que fortalece os ossos em crescimento, mas também possibilita a exposição ao sol para que ocorra a produção de vitamina D pela pele.

Quais são os principais cuidados que uma pessoa com osteoporose deve ter para amenizar os efeitos da doença?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - Alimentação balanceada, atividade física e evitar quedas.

Quem não gosta de leite apresenta maior risco de ter osteoporose?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - Sem dúvida o leite é uma importante fonte de cálcio, mas o cálcio também pode ser encontrado em outras fontes: folhas verdes (por exemplo: brócolis, espinafre e couve), soja, tofu, semente de gergelim, aveia, peixes de água fria, sardinha.

A osteoporose é uma doença feminina?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - As mulheres são mais atingidas pela osteoporose uma vez que na menopausa os níveis de estrógeno (hormônio feminino) caem bruscamente. De acordo com a estatística a osteoporose afeta um homem para cada quatro mulheres.

A osteoporose é hereditária?
Dra. Marcia Yoshie Kanegae - Sim, a osteoporose tem uma carga genética.

Foto: Raisa Lira

Dra. Marcia Yoshie Kanegae é reumatologista do Hospital Nipo-Brasileiro, formada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).


Compartilhe: