Planejamento Familiar é tema de palestra aos jovens cidadãos e estagiários

Postado em: 14/03/2014

Os jovens cidadãos e os estagiários, que atuam, hoje, no Hospital Nipo-Brasileiro (HNB), puderam conferir, no dia 14 de março, uma palestra, sobre “Planejamento Familiar”, ministrada pelo ginecologista e obstetra, Dr. Rodrigo Borsari. Em um bate papo, com diversas orientações sobre métodos contraceptivos, os participantes tiveram participação ativa por meio de perguntas e comentários.

Segundo o Dr. Borsari o objetivo da palestra é contribuir para o conhecimento de todas as alternativas de métodos possíveis, e chamar atenção, principalmente, para o uso da camisinha, que muitas vezes é deixada de lado, expondo-os às doenças sexualmente transmissíveis.

“O tema é importante, pois sabemos que muitos deles não têm acesso às informações sobre planejamento familiar e cuidados com a própria saúde. Eu vejo na face deles a surpresa quando eu cito métodos que eles não conheciam, sei que o ensinamento ficará para a vida toda”, disse o ginecologista e obstetra, que já ministra palestras há três anos na Instituição.

Na abertura do evento, o Superintendente Geral, Dr. Walter Amauchi, ressaltou a importância de ações como esta aos jovens, e como o HNB contribui colocando o estudante em contato com o mundo do trabalho, com profissionais de diversas áreas, não somente da área da saúde, por meio de aprendizados e ensinamentos de habilidades específicas, que agregam valores à sua formação.

“O Dr. Walter foi muito feliz quando falou que o hospital é o local ideal para preparar esses jovens ao mercado de trabalho. O HNB é uma escola que não tem igual. O programa Jovem Cidadão faz parte de uma política, que o Nipo-Brasileiro abraçou com muito empenho”, destacou o Dr. Rodrigo Borsari.

Sobre o programa Jovem Cidadão - Meu Primeiro Trabalho

Oferecendo aos estudantes do ensino médio da rede pública estadual a oportunidade de inserção no mercado de trabalho, por meio de estágio remunerado, o Programa foi instituído no Hospital Nipo-Brasileiro em dezembro de 2003. Já atuaram na instituição 1.067 jovens desde o início do programa. Desses, 60 foram efetivados a colaboradores. E, hoje, 98 atuam no hospital.


Compartilhe: