Pipa celebra 10 anos com apresentação das crianças

Postado em: 03/12/2016

Por Erika Yamauti
Asteya Comunicação e Eventos

Uma emocionante celebração, que reuniu amigos e familiares para prestigiar as habilidades, os talentos musicais, a espontaneidade e a criatividade das crianças e jovens atendidos pelo Projeto de Integração Pró-Autista (Pipa), mantido pela Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo).

A 12ª Apresentação, com o tema “OlimPIPA”, comemorou os 10 anos da Instituição e aconteceu no dia 03 de dezembro, lotando o auditório da Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil, no bairro da Liberdade, com cerca de 350 convidados.

O evento contou com a presença de autoridades como o Cônsul Geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae; o Embaixador da Espanha, Juan Santos; o Cônsul Geral da República de Angola, Joaquim Augusto Belo Barroso Mangueira e representantes da Diretoria da Enkyo e do Hospital Nipo-Brasileiro (HNB), assim como representantes do Sr. Wilson Pollara, Secretário Adjunto da Saúde do Estado de São Paulo e do vereador Aurélio Nomura.

“A nossa preocupação sempre foi a inclusão social. A apresentação das crianças emociona muito e peço mais uma vez o apoio e compreensão de todos. O Pipa conseguiu atingir o atual estágio de amadurecimento graças ao trabalho contínuo da professora Takako Saegusa e dos colaboradores, com apoio da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) e do professor Masao Taira. Sinto-me honrado em fazer parte deste projeto”, declarou o Diretor-Presidente da Enkyo, Yoshiharu Kikuchi, ressaltando que os primeiros formados do Pipa fazem parte do quadro atual de colaboradores do Hospital Nipo-Brasileiro.

Atualmente, o projeto atende 38 crianças e 2 jovens. “Fico feliz em saber que o Pipa tem incentivado a individualidade de cada aluno, que adquire habilidades para a vida. Esse progresso traz esse resultado maravilhoso graças à dedicação dos pais, dos colaboradores e dos envolvidos no projeto. Desejo que haja sucesso ainda maior no Brasil para a Terapia de Vida Diária, desenvolvida no Japão, ampliando a esperança de um futuro mais inclusivo para as crianças autistas’”, complementou o Cônsul Geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae.

Além de autoridades do Brasil e do Japão, a OlimPIPA reuniu diplomatas estrangeiros: “O projeto Pipa e o método da Terapia de Vida Diária servem como um verdadeiro exemplo, vou tentar transmitir ao meu governo as técnicas e os métodos utilizados para a inclusão da criança autista. Temos muito apreço pelo Japão e parabenizo pelo belo trabalho que é realizado com as crianças”, afirmou o cônsul geral da República de Angola, Joaquim Augusto Belo Barroso Mangueira.

Dedicação e Comprometimento

O Representante Sênior da JICA em São Paulo, Hiroshi Sato, teve a oportunidade de testemunhar o início do projeto. “Há 11 ou 12 anos, quando trabalhava no escritório da JICA em São Paulo, participei da organização de um seminário com a professora Takako Saegusa. Esse pequeno evento resultou na criação e na consolidação do projeto Pipa, que completa 10 anos de existência. É muito gratificante verificar que através do Pipa, foi possível responder aos anseios dos pais de muitas crianças”, recordou.

O trabalho desenvolvido pela entidade possibilita transformar a vida das crianças, e de suas famílias. “As terapias não atendiam a nossa expectativa. Eu enxergava a capacidade do meu filho, mas me sentia sozinha. Após três anos de luta, conhecemos o Pipa e tudo mudou. Assim que começamos o trabalho, aplicado constantemente em casa, a evolução foi muito grande. Agradecemos aos terapeutas, que tratam nossos filhos como fossem os seus próprios filhos”, disse Fernanda Rodrigues, mãe do menino Vinícius.

Fernanda também falou sobre a preocupação dos pais com o destino dos filhos, após completarem 18 anos de idade, com a saída do Pipa. Pensando nisso, está sendo criada uma Associação de Pais e Mães, que pretende dar continuidade às terapias. “Buscamos meios para colocar em prática tudo que aprendemos com o Pipa, reunindo as nossas experiências como pais de crianças autistas”, destacou.

OlimPIPA

O tema da apresentação foram os esportes, com muitas atividades inspiradas nos Jogos Olímpicos, que uniram todas as turmas. A atividade teve início com o Revezamento da Tocha Olímpica, um dos principais símbolos da competição. A Tocha foi levada pelos alunos desde a sede do Pipa (localizada ao lado do Hospital Nipo-Brasileiro, no Parque Novo Mundo), até o bairro da Liberdade, passando pela rodovia pela Marginal Tietê, Radial Leste e pelo Centro de São Paulo.

A última atração do dia foi a apresentação do grupo de taiko Kurumi Daiko, o único grupo de wadaiko (taiko japonês) formado somente por crianças autistas, que reúne as crianças desde 2008 e foi fundado pelo professor Toshiyasu Minowa, voluntário sênior da JICA. O evento foi encerrado com homenagens emocionantes ao Diretor-Presidente da Enkyo, Yoshiharu Kikuchi, ao Diretor-Presidente do Pipa, Kenji Inoue, e ao Diretor da entidade “Topos-no-Kai”, o professor Masao Taira.


Compartilhe: