HOSPITAL NIPO-BRASILEIRO PRESTA ASSISTÊNCIA À SAÚDE NO MAIOR EVENTO DA COMUNIDADE JAPONESA NO BRASIL

Postado em: 10/07/2016

O Hospital Nipo-Brasileiro (HNB) participou de mais uma edição do Festival do Japão, realizado no período de 8 a 10 de julho de 2016, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo-SP, como responsável pela assistência à saúde aos cerca de 150 mil visitantes que participaram desse principal evento da comunidade japonesa do País, promovido pela Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren).

Cumprindo os objetivos sinalizados pelo tema central desta 19ª edição do Festival do Japão, de “Cultura e Esporte – Uma Vida Saudável”, além de dois serviços ambulatoriais, o HNB promoveu em seu amplo e bonito estande operacional, o atendimento especial para aferição de índice de Massa Corpórea (IMC) dos visitantes, orientações de nutricionistas e fisioterapeutas sobre os benefícios da alimentação saudável e das atividades físicas, divulgação do seu Centro de Estudos e também distribuição de brindes.

Com o apoio sistemático de médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, ambulâncias UTI e básicas para atendimento, o Hospital Nipo-Brasileiro registrou durante os três dias do evento, 3.481 pessoas que visitaram seu estande para aferição do Índice de Massa Corpórea (IMC) e 216 atendimentos nos dois ambulatórios locais de serviços à saúde.

No primeiro dia do evento, 8 de julho, foram atendidas 900 pessoas que foram ao estande para aferição do IMC e 43 nos dois ambulatórios, que registraram uma remoção através de ambulância simples, com um caso de trauma leve. E no segundo dia, em 9 de julho, o estande registrou 1.245 atendimentos de aferição de IMC, e 91 nos serviços ambulatoriais, com 03 remoções, das quais, dois casos graves via ambulância UTI e outro via unidade simples. E no terceiro e último dia do Festival do Japão, 10 de julho, o estande do Hospital Nipo-Brasileiro registrou 1.336 atendimentos de aferição do IMC e 82 nos serviços ambulatoriais, sem qualquer atividade através das unidades móveis.


Compartilhe: