Hospital Nipo-Brasileiro inaugura Centro de Trauma

Postado em: 11/11/2016

O trauma é considerado a principal causa de morte na faixa etária entre 05 e 39 anos, no Brasil. Em 2020, estima-se que ocorrerão mais de 8 milhões de mortes por trauma no mundo. Mesmo assim, o atendimento ao trauma no Brasil ainda é pouco valorizado.

Buscando atender essa demanda, o Hospital Nipo-Brasileiro (HNB) inaugurou seu Centro de Trauma, que traz um novo conceito de atendimento ao Hospital, garantindo agilidade, reabilitação e segurança a pacientes politraumatizados, com pronto atendimento de alta complexidade 24 horas.

O Centro de Trauma conta com equipe integrada, abordagem multidisciplinar, infraestrutura e qualidade em casos de emergência e urgência. O diretor médico do Centro de Trauma, Dr. Masahiko Akamine, tem uma vasta experiência, atuando no Hospital Nipo-Brasileiro desde sua inauguração, em 1988.

“Atualmente recebemos muitas emergências no HNB, são pouco mais de 20 mil atendimentos mensais, por isso precisamos de um Centro especializado. Temos uma grande equipe de cirurgiões, e uma equipe de colaboradores comprometidos. Todos estão de parabéns, pois trabalhamos muito para a concretização desse projeto”, ressalta o Dr. Masahiko, que também atende traumas no Hospital das Clínicas há mais de 35 anos.

Um dos diferenciais do Hospital Nipo-Brasileiro é a sua localização estratégica, ao lado das principais rodovias de São Paulo, como Dutra, Fernão Dias e Ayrton Senna, e também o amplo número de convênios credenciados.

Gerente médico do Centro de Trauma, o Dr. Pedro Henrique Ferreira Alves, estabeleceu protocolos e treinou a equipe do Hospital. “O trauma causa a morte precoce de pessoas jovens, em plena idade produtiva. Infelizmente no Brasil, o trauma ainda é pouco valorizado, são poucos os centros de referência especializados em São Paulo. A iniciativa do HNB é importante para mudar esse cenário. Quando levado a um centro de trauma que funciona adequadamente, o paciente terá a seu favor a agilidade e a experiência da equipe, fatores determinantes na sobrevida”, resume o Dr. Pedro.

Cerimônia de inauguração

O evento de lançamento foi realizado em São Paulo, no dia 07 de novembro, com a presença dos gestores e superintendentes do Hospital Nipo-Brasileiro, além de autoridades como o Coronel Ricardo Peixoto, do 2º Grupamento de Bombeiros (Zona Norte), o Dr. Eduardo Medeiros, coordenador médico da Base 1 – Nova Dutra CCR, e a diretoria do GRAU (Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências), representada pelo seu diretor geral Dr. Jorge Ribera, acompanhado pelo coordenador de Treinamento, Dr. Raphael Caggiano, e pelo diretor operacional, Dr. Régis Campos Marques.

“A nossa equipe médica tem muita experiência, conhece e domina esse trabalho como poucos. O trauma é um atendimento complexo, e o nível de exigência da própria equipe é altíssimo. Isso fará com que o nível de exigência do Hospital aumente, e com isso a nossa qualidade também vai melhorar. A região ainda não tinha um hospital de referência em trauma, e nesse aspecto assistencial, de prestar um melhor serviço para a comunidade, consideramos o projeto fundamental”, aponta o dr. Walter Amauchi, superintendente geral do Hospital Nipo-Brasileiro.

A Dra. Maria Cecilia de Toledo Damasceno, assistente técnica do gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, também esteve presente à inauguração: “Parabenizo o Hospital Nipo-Brasileiro pela iniciativa. A Secretaria da Saúde tem grande interesse no projeto, pois sabemos que essa região registra muitos acidentes, e o atendimento especializado fará toda diferença. A equipe do Centro de Trauma possui profissionais com muita experiência, e temos certeza de que será um atendimento de qualidade”.


Compartilhe: