HNB realiza ciclo de treinamento

Postado em: 20/08/2013

A conquista da excelência tem sido o grande desafio de qualquer empresa e/ou instituição no relacionamento com seus diversos públicos de interesse. Não por acaso, investimentos significativos têm sido realizados na criação, desenvolvimento e consolidação de processos capazes de assegurar padrões permanentes de qualidade em produtos e/ou serviços.

O desafio da manutenção dessas novas exigências de qualidade em seus serviços de atendimento tem sido enfrentado com programas de desenvolvimento e treinamento estabelecidos pelas diretrizes de seu planejamento estratégico. Nesse sentido, ao longo do ano foram previstos e realizados inúmeros eventos focados nesse objetivo como, por exemplo, o Curso de Auditor Interno realizado nos dias 19 e 20 de agosto pelo IQG em parceria com o setor de Treinamento & Desenvolvimento (TD) e do setor de Qualidade que teve como tema “Ferramentas de Melhoria da Qualidade da Assistência”.

Segundo a Coordenadora do TD, Olívia Batista Fernandes, o evento foi concebido com um perfil multidisciplinar, para gestores em todos os níveis de chefia e teve como conteúdo programático um elenco de temas focados em processos contínuos de melhoria e otimização dos cuidados prestados aos pacientes, associados a melhores resultados de saúde. 

E confirmando o seu foco multidisciplinar, esse curso contou com a participação de 60 colaboradores, entre médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, enfermeiras, nutricionistas, farmacêuticos, e profissionais das áreas de recepção, higiene, e rouparia.

Líderes e gestores no encerramento do  ciclo de treinamento.

 

Liderança

E ampliando ainda mais esse foco na qualidade total e alinhado com objetivos de excelência previsto em seu planejamento estratégico, o HNB realizou o curso denominado “Desenvolvimento de Liderança Vivencial (DLV)”. O Gerente de RH do HNB, Tooru Tanaka, explica que esse curso abrange um conjunto de programas ministrado pela empresa de consultoria e treinamento Ômega Plus, tendo como objetivo desenvolver as competências de Gerentes, Coordenadores e Supervisores, aprimorando a visão holística, ou seja, a visão sistêmica e estratégica para o negócio e para a estratégia da instituição.

Com o claro objetivo de desenvolver as competências de Gerentes, Coordenadores e Supervisores, esse programa de Desenvolvimento de Liderança Vivencial (DLV) foi estruturado com uma carga de 40 horas distribuídas em cinco (05) módulos, apresentado em 10 encontros de 4 (quatro) horas cada um. Segundo Tanaka, merece destaque a grande abrangência do conteúdo programático, que abordou aspectos tanto teóricos quanto práticos das atividades típicas de liderança.


Compartilhe: