HNB promove campanha de combate à sepse

Postado em: 24/09/2014

Em referência ao Dia Mundial de Combate à Sepse, 13 de setembro, o Hospital Nipo-Brasileiro (HNB) realizou, durante uma semana, diversas atividades voltadas à conscientização do público leigo (pacientes e acompanhantes) e aos colaboradores da Instituição, para o reconhecimento precoce, formas de prevenção entre outras informações sobre a doença.

Segundo o Instituto Latino-Americano de Sepse (Ilas), a sepse, também conhecida como septicemia ou infecção generalizada, é responsável por mais de 60% das mortes do Brasil.

Trata-se de uma resposta sistêmica a uma doença infecciosa causada por bactérias, vírus, fungos ou protozoários. A precocidade na identificação e no diagnóstico da disfunção orgânica e, consequentemente, seu tratamento estão diretamente relacionados com o prognóstico do paciente.

Segundo a coordenadora de enfermagem das Unidades de Tratamentos Intensivos (UTIs) e Unidade Coronariana (UCO) do HNB, Silvana Crisci, qualquer tipo de infecção pode se tornar um caso de sepse, dependendo de como está a imunidade do paciente.

“De 10% a 15% das mortes pela doença podem ser evitadas com: vacinação, medidas de higiene, lavagem das mãos, melhorias sanitárias, água potável. Se a Sepse for tratada precocemente, a sobrevida será acima de 80%”, ressaltou Silvana.

AÇÃO

Para a realização da campanha, participaram ativamente o setor de Enfermagem, Treinamento e Desenvolvimento, Qualidade e Gerenciamento de Protocolos, com apoio do Marketing.

Os profissionais do HNB realizaram aulas explicativas, distribuíram folderes, orientaram os pacientes, familiares, e entregaram bótons, que simbolizam a ação.


Compartilhe: