HNB celebra o Dia Internacional da Mulher como um tributo à excelência

Postado em: 05/03/2015

No próximo dia 08 de março, o Hospital Nipo-Brasileiro (HNB), a exemplo de todos os anos anteriores,  comemorará o Dia Internacional da Mulher como um merecido tributo à sensibilidade, talento e crescente protagonismo feminino na busca e conquista  da excelência em sua rotina de atendimento.

Além de  um corpo de colaboradores integrado majoritariamente por mulheres, o Hospital Nipo-Brasileiro se orgulha em oferecer uma estrutura de atendimento diferenciada e focada  na saúde da mulher como, por exemplo, os setores de Ginecologia e Obstetrícia(GO) e, em especial,  de Neonatalogia (berçário) que, em 25 anos de atividades,  registrou uma expressiva marca de mais de 40 mil nascimentos vivos.

Neste contexto, o Hospital Nipo-Brasileiro se orgulha hoje em ser uma referência na cidade de São Paulo como uma das instituições que mais se dedicam  à saúde da mulher, com o apoio de um corpo clínico e de enfermagem altamente especializado e voltado  para um atendimento reconhecidamente diferenciado e certificado em Nível III pela ONA – Organização Nacional de Acreditação.

Histórico

Oficializado somente em 1975 pela ONU – Organização das Nações Unidas, o dia 8 de março, na realidade,  começou a ser comemorado a partir do ano de 1910 após uma conferência realizada na Dinamarca e foi denominado "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram em uma fábrica de produtos têxteis, na cidade de New York em 1857, por reivindicarem melhores condições de trabalho, como redução da carga diária de 16 para 10 horas, equiparação salarial com os homens e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho. Naquela triste data, a polícia reprimiu a manifestação com extrema violência, trancando as mulheres dentro da fábrica e cerca de 130 operárias perderam a vida no incêndio que se seguiu.

No Brasil, a emancipação da mulher tem como marco histórico o dia 24 de fevereiro de 1932, quando foi finalmente instituído o voto feminino. Desde então,  a luta das mulheres no Brasil e no mundo percorreu um longo caminho, atingindo seu auge durante os anos 60 do século passado.

Para o Hospital Nipo-Brasileiro, participar dessa trajetória das mulheres em busca de valores e padrões dignos em todas as atividades do relacionamento humano, em especial, na área da saúde, é  ser parte de uma nova história escrita com muito esforço, determinação e sensibilidade por aquelas que souberam conquistar um merecido e definitivo protagonismo no cenário sócio, político, econômico e cultural brasileiro e mundial.

Celebremos, pois, um novo tributo  às mulheres!


Compartilhe: