Calor excessivo e tempo seco pede cuidados especiais com a pele

Postado em: 06/05/2016

O outono é caracterizado por uma baixa umidade do ar, vento frio e temperaturas amenas. Porém, este ano a estação chegou, mas parece que o verão ainda não quer sair de cena. As altas temperaturas e tempo seco podem influenciar diretamente na saúde da pele, que precisará de cuidados específicos para não ressecar.

“O clima seco consequentemente causa ‘xerodermia’, que é o aspecto descamativo e esbranquiçado da pele. Pessoas com hábitos de banhos quentes, demorados e uso excessivos de sabonetes são predispostos a apresentarem essas características, pois geralmente perdem o manto lipídico da pele, podendo causar coceira e dermatites”, explicou a dermatologista do Hospital Nipo-Brasileiro (HNB), Dra. Suely Leiko Hashimoto Yokomizo.

Neste outono, os índices de raios UV estão extremamente expressivos, por isso é importante ressaltar os cuidados principais que devemos ter com a pele:

• Evitar banhos quentes e demorados, de preferência morno, permanecendo no máximo 5 minutos, além de usar pouco sabonete;
• Aplicar sempre após o banho, hidratantes corporais com princípios ativos como ureia, ácido láctico (o seu dermatologista poderá indicar o hidratante ideal à sua pele);
• Utilizar diariamente protetor solar FPS acima ou igual a 30, nas áreas expostas. Em pessoas de pele seca, utilizar associação com hidratantes;
• Beber bastante água;
• Para não deixar que os lábios sofram, podendo rachar e até criar lesões, use sempre um protetor hidratante labial;
• Umidifique o ar - Para deixar o ambiente da casa ou do escritório mais úmido, coloque um vaporizador ou uma bacia com água. Se escolher a segunda opção, não se esqueça de tirar a bacia ao final do dia.

Dra. Suely Leiko Hashimoto Yokomizo é médica dermatologista e coordenadora da equipe de dermatologia do HNB.


Compartilhe: